Antes de explicar a técnica, temos duas perguntas pra você:

Pergunta 1: você sente seu cabelo super ressecado após o shampoo?

Pergunta 2: você sente que seu cabelo é viciado em leave-in?

A sensação de ressecamento após lavar o cabelo é comum. Tão comum que passamos a achar que “é assim que tem que ser”, que assim que é normal. E se o cabelo não fica ressecado após a lavagem, é “por que não lavou direito”. Será mesmo?

 

Acontece que a maioria dos shampoos comuns contém detergentes super agressivos (Lauryl Sulfate, Sodium Laureth Sulfate) que levam pelo ralo toda a oleosidade natural do nosso cabelo, causando esse ressecamento que nós conhecemos tão bem. Sabe aquela sensação de seu cabelo precisa de alguns dias para “ficar macio de novo” depois do shampoo? É por que depois de se tirar toda a oleosidade natural do cabelo, leva-se alguns dias para que ela consiga chegar da raiz às pontas novamente.

 

Acontece que há substâncias mais gentis para se lavar o cabelo, que limpam o fio e levam embora apenas a sujeira. Tais como a Cocamidopropyl betaine e o Decyl Glucoside.

Excesso de espuma e ressecamento do cabelo não é sinal de limpeza, é sinal de que o shampoo levou mais do que ele deveria.

Você sente que sem leave-in seu cabelo “não é nada” e que precisa usar cada vez mais creme? Isso é sinal de cabelos pobres e sem nutrientes. Mas por que ele ficou assim?

 

Nos cremes comuns, há muitas substâncias que criam uma camada impenetrável no fio, que impede queA os nutrientes penetrem: parafina líquida, petrolatos, silicones insolúveis (terminação: -xanes / -thicones), óleo mineral, etc.

 

Estas substâncias servem literalmente como maquiagem capilar, revestem os fios, dando um falso aspecto saudável, mas ao impedir que os nutrientes atravessem sua barreira, deixam seu cabelo doente com o tempo: sem vida, quebradiços, com frizz e com aquela necessidade de usar cada vez mais creme.

 

Mas o que isso tem a ver com No/Low Poo?

No/Low Poo é uma técnica criada por Lorraine Maisey, que significam: pouco shampoo (Low Poo), ou abolir o uso completo de shampoos (No Poo). E esta técnica consegue resolver definitivamente os dois problemas acima.

Low Poo na prática

Usar pouco shampoo na sua rotina. E preferir os shampoos sem sulfatos, pois os sulfatos são detergentes super agressivos que tiram a oleosidade natural do cabelo (responsável pela sedosidade e proteção do fio).

 

Usar shampoos com detergentes mais suaves como o Cocamidopropyl betaine e o Decyl Glucoside, pois eles limpam a sujeira e são capazes de eliminar os silicones insolúveis (terminação: -xanes / -thicones), petrolatos, óleo mineral e parafinas do fio. Tudo isso sem causar o temido ressecamento.

 

No Poo na prática

E quais são os benefícios de seguir no/low poo?

Deixa seu cabelo saudável de verdade, mais sedoso, cachos mais definidos, sem frizz, você vai sentir que vai usar menos produtos e ter mais resultados. Além de sentir que finalmente está “falando a mesma língua” que seu cabelo.

Não usar shampoos e lavar o cabelo com condicionador (prática também conhecida como “cowash”). Ao contrário da crença popular, o condicionador consegue eliminar com eficácia a sujeira do dia a dia.

Seguindo o “no poo”, é preciso se atentar aos rótulos dos cosméticos, para não usar produtos que contenham silicones insolúveis (-xanes e -thicones), óleo mineral, parafina líquida e petrolatos, pois estes só podem ser removidos do cabelo com shampoo.

- Procure produtos ricos em óleos, manteigas vegetais e hidratantes. O cabelo cacheado é naturalmente seco, (você já viu quantas voltinhas nossos cachos fazem? Imagine quantas curvas a oleosidade natural tem que percorrer da raiz até chegar às pontas!). Logo, seu cabelo vai se beneficiar de uma ajudinha extra neste sentido!

- Evite utilizar “parabenos”. Parabenos são conservantes baratos que a indústria cosmética usa em larga escala para baratear a produção. Ele não traz benefício algum aos fios e há diversos estudos que apontam o potencial cancerígeno da substância.

Seja nosso revendedor!